Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Trombose Venosa Profunda: saiba identificar os sinais e fatores de risco

A Trombose Venosa Profunda é caracterizada pela presença de coágulos nas veias do corpo. É uma doença que pode ser considerada grave e, geralmente, se forma na panturrilha, mas que também pode surgir nas coxas e membros superiores.

A complicação mais grave da doença é a Embolia Pulmonar, obstrução de uma artéria do pulmão pelo acúmulo do material sólido trazido através da corrente sanguínea. Nesse caso, o trombo. 

As causas mais comuns

Pode se dizer que a principal causa da Trombose Venosa Profunda é a imobilidade prolongada, comum em viagens de longa duração, já que a pessoa fica sentada por muito tempo, mas também em casos de permanência em leito depois de passar por uma cirurgia. 

Além disso, lesões nos vasos e desequilíbrio nos fatores de coagulação do sangue também podem causar essa doença.

Os sintomas da Trombose Venosa Profunda

Como mencionamos acima, a circulação do sangue fica prejudicada devido à presença do coágulo. 

Dessa forma, os principais sintomas que podem surgir são:

  • Inchaço que vai aumentando com o tempo;
  • Dor constante e intensa em uma das pernas;
  • Rubor (vermelhidão);
  • Calor no local do inchaço;
  • Rigidez na musculatura onde se formou o trombo.

Existem casos onde o coágulo é muito pequeno, não causa nenhum sintoma e desaparece sozinho, sem intervenção médica. 

No entanto, se surgir qualquer sintoma e houver suspeita de trombose venosa, procure um médico com urgência para que ele identifique o problema e inicie o tratamento. 

Fatores de risco

  • Predisposição genética;
  • Pessoas com idade acima de 40 anos;
  • Obesidade;
  • Gravidez e pós-parto;
  • Câncer;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Hormonoterapia;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Traumas;
  • Veias varicosas;
  • Tabagismo;
  • Cirurgias de longa duração;
  • Insuficiência cardíaca e/ou respiratória;
  • Viagens aéreas ou terrestres que obriguem o passageiro a ficar sentado por muitas horas;
  • Desidratação.

Trombose Venosa Profunda em pacientes com COVID-19

A infecção por coronavírus pode levar  à coagulação em vasos mais finos, justamente na extremidade dos alvéolos – o que leva à sua oxigenação inadequada.

Nesse contexto, a trombose atrelada à Covid-19 vem se tornando uma complicação recorrente em pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Diagnóstico e tratamento

O médico vai ouvir sobre os sintomas e analisar os fatores de risco. Então, ele pode pedir exames de imagem ou de laboratório para confirmar. 

Os exames de imagem mais indicados são a ressonância magnética e o ecodoppler colorido. 

O tratamento pode ser feito com remédios anticoagulantes e os fibrinolíticos, que ajudam a dissolver os trombos.

Se o seu médico pediu exames de imagem para prevenir a Trombose Venosa Profunda, marque um horário aqui no Anchieta Diagnósticos.

Publicações Recentes

Localização/Contato

Área Especial 8, 9, 10 – 6º andar, térreo e subsolo Setor C Norte | Taguatinga-DF DKP PARTICIPAÇÕES LTDA CNPJ: 21.656.090/0001-43

E-mail:

Telefone:

(61) 3353-9000